Melgaço é uma vila raiana situada no distrito de Viana do Castelo e é o município mais a norte de Portugal.
Aproveitamos um fim de semana para conhecer esta região rica em tradições, detentora de um belo patrimônio histórico, cultural e arquitetónico e, além disso, com uma maravilhosa gastronomia!

Neste artigo vamos partilhar contigo as nossas descobertas durante 2 dias em Melgaço, assim como uma sugestão de estadia e recomendações gastronómicas.

DIA 1

Quinta do Soalheiro

Em Melgaço, o Vinho Alvarinho é Rei!
Durante o trajeto, a partir de Monção, é inevitável que não se repare na quantidade de placas que fazem referência à rota do Vinho Alvarinho! Como tal, e como curiosos que somos, fomos visitar a Quinta de Soalheiro

Soalheiro é a primeira marca de Alvarinho em Melgaço e um dos primeiros produtores portugueses de Alvarinho.
Esta quinta é contemplada por um terreno protegido por um conjunto de montanhas, que criam condições de chuva, temperatura e horas de sol necessárias para o melhor amadurecimento das uvas da Casta Alvarinho.

A nossa visita tornou-se ainda mais enriquecida quando se juntou a nós um belo grupo de “jovens reformados”, que fizeram desta experiência uma verdadeira tertúlia vinícola!
Começamos por uma breve apresentação da história do Soalheiro e da sua família. Seguiu-se uma visita guiada às diferentes secções da adega (cave do espumante, estágio barricas de carvalho, envelhecimento aguardente, fermentação e estágio em inox).

Após a visita, fomos convidados a degustar alguns dos diferentes vinhos da marca Soalheiro que existem actualmente no mercado: Soalheiro Clássico, Soalheiro Primeiras Vinhas, Soalheiro Reserva, Soalheiro Granit, Soalheiro Terramatter e ainda um Espumante-bruto. Além destes, ainda existe o Espumante Bruto Rosé e os inovadores Allo e Soalheiro 9%. Todos com características únicas!

Foi um serão bem-passado, com muita aprendizagem e com uma vista deslumbrante sobre o Vale do Rio Minho.

Existem dois tipos de visita:

  • Adega Soalheiro com Prova de Vinho
  • Adega Soalheiro com Prova de Vinho e Fumeiro da Quinta da Folga

Centro histórico

O Centro histórico de Melgaço é rico em história e memórias. Apesar de o seu centro ser pequeno, existe uma boa variedade de pontos de interesse para explorar:

  •  Castelo de Melgaço e Torre de Menagem
  •  Ruínas arqueológicas da Praça da República
  •  Igreja Matriz de Melgaço
  •  Igreja da Misericórdia
  •  Espaço Memória e Fronteira
  •  Museu de Cinema
  •  Solar do Alvarinho
  • Percursos marginais do rio Minho
  • Fonte de São João
  • Parque urbano do rio do Porto

Onde dormir em Melgaço?

Com previsões de neve para a data da nossa escapadinha ao Município de Melgaço, optamos por nos alojarmos numa das aldeias mais pitorescas de Portugal – Castro Laboreiro, no Hotel Castrum Villae. A distância entre Melgaço e o hotel ainda é considerável mas a paisagem valeu cada quilómetro. Descrevemos o hotel e a nossa experiência neste artigo.

DIA 2

Castro Laboreiro

Na manhã seguinte, exploramos Castro Laboreiro ainda coberto de neve. A aldeia é pequena e explora-se muito bem, à excepção do Castelo de Castro Laboreiro que só tem acesso através de um trilho e ainda confere alguma dificuldade. Leva calçado apropriado e parte à aventura!

No centro de Castro de Laboreiro poderás ver:

  • Igreja Matriz de Castro Laboreiro
  • Núcleo Museológico de Castro Laboreiro
  • Pelourinho de Castro Laboreiro
  • Igrejas medievais
  • Fornos comunitários
  • Espigueiros
  • Moinhos
  • Rio Laboreiro e as suas cascatas
  • Ponte Nova ou da Cava da Velha

Branda da Aveleira

Em pleno Vale Glaciar do Rio Vez e às portas do Parque Natural da Peneda do Gerês, descobrimos uma antiga aldeia de pastores, a Branda da Aveleira. Hoje em dia está vocacionada para o Turismo Rural e de Montanha.
Após o almoço e para ajudar a digestão, fizemos uma pequena caminhada pela aldeia e ficamos a conhecer todos os recantos e as suas histórias, as cardenhas e o lago.

Em Porta de Lamas de Mouro conhecemos a envolvente e o núcleo museológico. Ainda tentamos descobrir a Mamoa do Batateiro mas em vão, infelizmente não a conseguimos encontrar.

Termas de Melgaço

Quem visita Melgaço, não pode deixar escapar a oportunidade de conhecer o Parque Termal do Peso (composto pelo Buvete, Balneário e Oficina de Engarrafamento) e as suas poderosas águas curativas!

Envolvidas num espaço de natureza e lazer, as Termas de Melgaço-Medical Spa oferecem as condições ideais para relaxar, cuidares de ti e despertar todos os teus sentidos!
À data deste artigo, o circuito termal está em manutenção, mas não foi por isso que deixamos de conhecer este espaço e os seus serviços.
Iniciamos a nossa “cura de bem-estar” pelo imponente edifício de arquitetura do ferro, revestido por vidros e vitrais, que aloja a fonte da água termal – Buvete.

A água não é propriamente saborosa por ser férrea, mas não tem cheiro, facilitando assim a sua ingestão. São indicadas para o tratamento de diferentes patologias, nomeadamente: diabetes Tipo 1, diabetes tipo 2, dislipidemias, dispepsia, duodenites, colecistites crónicas, disquinésia biliar, obstipação, cólon irritável ou colite funcional, lombalgia, artralgia, rinite alérgica, sinusite, faringite crónica e bronquite crónica.

Após experimentarmos a água, dirigimo-nos para as instalações do balneário para usufruir da nossa massagem! O edifício mantém a sua fachada histórica, mas todo o seu interior foi remodelado, possuindo agora instalações modernas e equipadas para variadíssimos tratamentos de estética, saúde e bem-estar.

massagem de relaxamento, teve duração de 1 h e foi divinal. Por vezes, esquecemo-nos que também temos que cuidar de nós e são estes pequenos prazeres que dão sentido à vida!
Sugerimos que faças a tua reserva antecipadamente, de forma a garantir disponibilidade, e que tragas touca e chinelos se quiseres usufruir do circuito termal!

Melgaço tem o seu encanto no inverno, mas ficamos muito curiosos com a possível experiência no verão, visto existirem imensas animações turísticas (caminhadas, desportos radicais).

Onde comer no município de Melgaço?

Restaurante Tasquinha de Melgaço – Centro de Melgaço

É um restaurante relativamente recente, simples mas com uma decoração rústica. Além dos pratos típicos da região, possuí também gastronomia de autor! Sabendo isto, ficamos curiosos com a particularidade de alguns pratos e foi inevitável não os provarmos!

Começamos por uma mesa bem recheada de entradas caseiras: azeitonas, pão de alho, pataniscas, salada de polvo e alheira de Mirandela em cama de grelos! Para acompanhar este “manjar dos deuses”, não poderia faltar um belo vinho Alvarinho!

Como sugestão do Chef Miguel, experimentamos um prato de sua autoria: o famoso Bacalhau com Sapateira (único nas redondezas) e um prato mais simples mas com muita procura, uma suculenta Espetada de Carnes Grelhadas.
As doses são muito bem servidas, o lema desta casa é “Mais vale sobrar do que faltar”, portanto, leva bastante apetite e vontade de comer!
Caso queiras experimentar pratos confecionados com Lampreia e Cabrito assado, é possível mas ambos carecem de reserva.
Para finalizar e adoçar a alma, partilhamos uma deliciosa fatia de bolo de bolacha e uma digestiva laranja com canela e azeite, também da autoria do Chef Miguel!

O Brandeiro – Branda da Aveleira

Este foi o restaurante escolhido para podermos desfrutar das vistas soberbas da Branda da Aveleira enquanto degustávamos mais umas iguarias regionais.
O espaço é rústico, respeita as características do meio envolvente, sendo construído com granito, xisto e madeira. Com vidraças voltadas para a aldeia e para as montanhas, oferece-nos uma vista panorâmica, transformando-o num restaurante de charme!

Com uma vasta lista de pratos típicos, optámos por provar o famoso Cabrito Assado no Forno e o Bacalhau à Brandeiro e para entrada, uma deliciosa Chouriça Assada.
Como sugestão do “Fim de Semana Gastronómico de Melgaço”, não poderíamos deixar de provar o típico Bucho Doce e uma leve Mousse de Limão.

Se gostas de organizar a tua viagem e fazer as tuas reservas, poderás utilizar os links do Gato Vadio para planeares as tuas viagens. Não irás pagar mais nada por isso, e dessa forma, ajudarás o Gato Vadio a manter-se ativo.
  Reserva os melhores hotéis no Booking.com, tal como nós!
  Faz o teu seguro de viagem na IATI Seguros ( e ainda recebes 5% de desconto).É importante ires tranquilo e protegido.
  Evita taxas bancárias, utilizando o cartão Revolut. É o nosso melhor amigo das viagens

Junta-te à ninhada de mais de 30000 Gatos Vadios!

Subscreve para ficares a par das ultimas novidades e receberes um "miminho" nosso!

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

O teu email nunca será partilhado ou cedido a outros. Podes subscrever a qualquer momento.