Florença, um museu a céu aberto

Uma das nossas cidades italianas favoritas é, sem dúvida, Florença.
É praticamente um museu ao ar livre… pequenina mas aqui respira-se arte e história!

Visitamos a cidade durante dois dias completos mas o nosso roteiro só incluia conhecer os principais pontos turisticos por fora. Se quiserem uma visita mais pormenorizada, deverão dedicar mais um ou dois dias.

Chegamos a Florença já de noite, pela Estação Santa Maria Novella e uns metros à frente fomos surpreendidos pela majestosa Catedral de Santa Maria del Fiore – o “Duomo” de Florença. O impacto é mesmo de cortar a respiração… Só ao vivo é que se percebe a grandiosidade desta obra e de noite é ainda mais bonita!

Como a cidade é relativamente pequena, todo o roteiro faz-se muito bem a pé e com calma. Aproveitem para comer os melhores gelados do mundo e sentem-se numas escadas a apreciar a movimentação citadina.

Ao contrário de Roma e Milão, aqui não fomos incomodados por “vendedores ambulantes”, nem sentimos a preocupação dos atentados. É muito tranquila e aparentemente, segura!

O que ver?

*O Duomo é a catedral dedicada a Santa Maria del Fiore. A sua cúpula é a construção mais alta da cidade e foi projectada pelo arquiteto Brunelleschi.

*O Campanile está situado à direita do Duomo. É uma obra prima de Giotto, que faleceu sem ver a sua obra concluída.

*O Battistero é o monumento mais antigo da praça. As suas portas em bronze retratam algumas passagens bíblicas.

*A Basilica de Santa Croce, é uma das mais antigas e maiores basílicas franciscanas do mundo e aqui estão os restos mortais de grande parte dos grandes artistas do Renascimento e várias obras de arte.

*A Ponte Vecchio é a ponte mais emblemática de Florença e, também, a mais antiga.
Hoje em dia, a ponte acolhe joalherias de requinte. As fotografias mais bonitas são tiradas da outra ponte e das margens do rio.

*Na Galleria dell’ Accademia encontra-se o famoso David de Michelangelo. É a obra mais visitada e fotografada do museu e tem 5,17m de altura.

*A Galleria Degli Uffizi é um dos mais antigos museus da Europa. O edifício abriga milhares de obras de arte do todo o mundo.

*A Piazza della Signoria é uma das praças principais de Florença e é aqui que se encontra o maior número de esculturas ao ar livre.

*O Palazzo Vecchio é dos edificios mais difíceis de fotografar mas vale a pena tentarem. A entrada é gratuita mas se quiserem subir a torre, terão que pagar. Na entrada encontra-se uma réplica do David.

*Na Loggia della signoria existem várias esculturas, entre elas o Perseu com cabeça de Medusa, Hércules e o Centauro Nesso, Menelao e Patroclo, Rapto de Polissena e as Sabinas.

*A Fontana del Nettuno, representa o domínio marítimo da cidade. No momento da nossa visita, estava em obras.

*O Palazzo Pitti é antiga residência dos duques da Toscana e do rei da Itália. Hoje em dia é um monumento histórico que abriga mais um museu.

*O Mercato Centrale é um excelente sítio para fazer compras e provar a gastronomia típica. Aproveitamos para almoçar por lá.

*A Piazza della Repubblica – A praça mais animada de Florença. Aqui encontramos um carrocel, artistas de rua, cantores…

*Um dos símbolos da cidade de Florença é o “Porcellino” que está localizado na Loggia del Mercato Nuovo.
A lenda diz que se deve fazer uma festinha no focinho do Porcellino e em seguida colocar uma moeda na boca do animal. Se a moeda  cair dentro da grade que se encontra na parte de baixo, teremos boa sorte. Não custa tentar!

*Na Piazzale Michelangelo temos a melhor vista panorâmica de Florença. É preciso caminhar um pouco até la chegar mas vale bem todo o esforço. Aproveitem para beber uma bebida fresca no escadario e desfrutem das vistas. Irão encontrar muitos turistas lá sentados a descansar.

Para verem o nosso Roteiro de 10 dias em Itália, cliquem aqui!

Boas viagens!

0 Replies to “Florença, um museu a céu aberto”

  1. Florença é uma cidade encantada!
    Tanto a V. como a C. A-D-O-R-A-M🤗

    1. Concordamos! 😀

Deixe uma resposta