Cruzeiro Porto-Pinhão-Porto

  • Rio Douro és poesia em silêncio e melodicamente Amor: aDouro-te.” – Joni Baltar

Após fazermos o cruzeiro da Régua – Pinhão(*) no ano passado, ficamos com curiosidade sobre a rota até à Régua e, como adoramos a experiência anterior, decidimos escolher o cruzeiro Porto-Pinhão-Porto da empresa Rota do Douro.

A nossa aventura começou muito cedo pois optamos por nos deslocar de comboio até ao Porto, para facilitar o estacionamento!
O nosso cruzeiro iniciou às 8h45, no cais da Estiva – Porto. O dia prometia ser longo e assim foi!

Fomos recebidos antes da hora da partida e, imaginem… tinhamos à nossa espera, um belo pequeno-almoço que foi degustado enquanto iniciávamos a nossa rota.

DSC_0018_1600x1145

A viagem é muito tranquila, sem enjoos pois não se sente a agitação da água mas, por vezes, torna-se monótona! No exterior do barco, existem algumas cadeiras (não tem para toda a gente e ficam ocupadas rapidamente) que poderão usar mas tenham cuidado com a exposição solar… Não se esqueçam do protetor e do chapéu!

Durante o percurso até à Régua subimos a Barragem de Crestuma-Lever com desnível de 14 metros e fomos brindados com paisagens verdejantes e muitas praias fluviais. Não fazíamos ideia que as margens do Rio Douro alojavam tantas praias apetecíveis! Também foi frequente cruzarmo-nos com outras embarcações…

O almoço foi servido a bordo e adoramos a experiência de podermos apreciar um belo assado enquanto subíamos a barragem de Carrapatelo, com desnível de 35 metros!

DSC_0038_1600x1067

Chegados à Régua, tivemos que aguardar o desembarque e embarque de alguns passageiros para seguirmos todos em direcção ao Pinhão. Aqui poderão aproveitar para comprar chapéus (aos ciganinhos que estarão no cais) e Rebuçados da Régua. Alertamos que não é possível sair do barco!

DSC_0202_1600x1067

Da Régua para cima, a paisagem muda de aspecto, revelando os socalcos modelados em encostas íngremes que dão a esta região o nome de Alto Douro Vinhateiro. Esta é a nossa parte preferida do rio Douro… deixem-se encantar pelas magníficas vinhas e admirem as propriedades das variadíssimas quintas produtoras de Vinho do Porto.

Após subirmos a Barragem de Bagauste (desnível de 27 metros) e de chegarmos ao Pinhão, fomos encaminhados de autocarro até à Quinta da Roêda para conhecermos as suas vinhas e saborearmos o famoso Croft Pink. A visita foi rápida pois o calor também não convidava a grandes passeios ao ar livre.

Seguimos a nossa viagem para o Porto num autocarro turístico e terminamos esta experiência às 21h, cansados mas de coração cheio!

DSC_0056_1600x932

Os preços variam consoante o dia da semana  e a época do ano mas este passeio ficou por 82 euros num feriado com pequeno almoço, almoço, visita à quinta e autocarro, incluídos.

Resta-nos agora experimentar o Cruzeiro até Barca D’Alva mas ficará para uma próxima!

Podem assistir no nosso canal do YouTube ao vídeo(*) que preparamos.

Boas viagens!

Deixe uma resposta