Uma das coisas que nos apaixona no nosso país são as tradições e, curiosamente, quanto mais velhos estamos, mais valor damos a estes pequenos costumes tão portugueses.
Já há uns anos que desejávamos assistir à tradição do Madeiro e, finalmente este ano, decidimos conhecer o de Penamacor, visto ser o maior Madeiro de Portugal.

O que é o Madeiro?

O Madeiro é a designação que tradicionalmente deram a uma fogueira de grandes dimensões que servia para aquecer o Menino Jesus.
São várias as aldeias e vilas da Beira Baixa que, anualmente, no dia 8 de dezembro, realizam esta tradição do Madeiro. As toneladas de troncos são depositadas no adro das respetivas igrejas, e o seu amontado é aceso dia 24 de dezembro, após a Consoada e a Missa do Galo.
O Madeiro de Penamacor é uma exceção, pois é aceso dia 23 de dezembro, por volta da meia-noite. Além disso, distingue-se dos outros pela sua grande dimensão que atraí um maior número de turistas à vila.

Como se realiza o Madeiro?

No primeiro dia do Madeiro, procede-se ao arranque dos sobreiros e ao seu corte. No entanto, é importante salientar que todas as árvores utilizadas para esta tradição, estão doentes ou são antigas e, consequentemente, são plantados novos sobreiros logo de seguida.

Antigamente, este processo era realizado à custa da força humana dos rapazes de 20 anos e com a ajuda de animais, sendo assim um ritual de passagem para a vida adulta. Como a quantidade da lenha dependia da generosidade das casas ricas, muitas vezes os rapazes tinham que roubar lenha, bois e carros para transportar o Madeiro.
Hoje em dia, já é uma comemoração comunitária, onde toda a população, novos e velhos, homens e mulheres, rapazes e raparigas, se juntam para manter a tradição.

No dia seguinte, após o corte e preparação dos sobreiros, os troncos são levados para o adro da igreja em cima de tratores.
Assistimos ao desfile de 20 tratores em Penamacor, e a animação de toda a população não deixa ninguém indiferente. Os jovens e familiares abraçam-se e emocionam-se. Celebram com músicas e brindes. Vivem a festividade intensamente.
A população também abre as portas da sua casa e oferece aos visitantes de Penamacor, bebidas, petiscos, produtos regionais e artesanato. É uma boa oportunidade para comprares presentes originais, e assim ajudares a comunidade local.

No dia 23 de dezembro, o Madeiro de Penamacor é aceso, e na noite da Consoada, após a Missa do Galo, toda a população reúne-se à volta da grande fogueira para conviverem e divertirem-se.
No entanto, como a madeira de sobreiro é de combustão lenta, o Madeiro mantém-se aceso até ao final do ano.

Onde ficar em Penamacor?

Nesta nossa visita a Penamacor para vivenciarmos o início do Madeiro de 2019, ficamos hospedados nas Casas da Penha, bem perto do adro da igreja. Optamos por uma casa para duas pessoas, a Casa do Pastor.
A casa possui dois andares, é muito acolhedora e permite que confeciones as tuas próprias refeições, pois possui uma cozinha equipada.

Pesquisa mais opções de estadia em Penamacor através do Booking

Onde comer em Penamacor?

Em Penamacor, conhecemos o Restaurante Dois Pinheiros. Um restaurante típico, com uma decoração rústica que faz lembrar a “casa da avó”. Toda a comida estava muito apetitosa e o ambiente é muito agradável.

Restaurante Dois Pinheiros
Estrada Nacional ao Arieiro – Quinta do Arieiro
6090-535 PENAMACOR

Agradecimento à Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa

Junta-te à ninhada de mais de 30000 Gatos Vadios!

Subscreve para ficares a par das ultimas novidades e receberes um "miminho" nosso!

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

O teu email nunca será partilhado ou cedido a outros. Podes subscrever a qualquer momento.