Uma das nossas cidades italianas favoritas é, sem dúvida, Florença. É considerada um museu ao ar livre, e apesar de ser pequena, tem vários monumentos e museus para visitar. Aqui respira-se arte e história!
Exploramos a cidade durante dois dias completos e conseguimos conhecer os principais pontos turísticos. Contudo, para uma visita mais pormenorizada, deverás dedicar mais um ou dois dias.
Todo o roteiro faz-se muito bem a pé e com calma. Aproveita para comer os melhores gelados do mundo e aprecia a movimentação citadina. Florença é uma cidade tranquila e aparentemente segura.

Como chegar a Florença?

Poderás chegar a Florença de avião ou, tal como nós, inserir a visita num roteiro de vários dias por Itália. Esta viagem fez parte do nosso Intra rail Italiano, portanto, viajamos de comboio a partir de Roma para a Estação Santa Maria Novella, em Florença.
Caso vás de carro, terás que ter cuidado com as ZTL (Zonas de Tráfego Limitado) para mais tarde não receberes multas em casa. Além disso, para evitares pagamentos excessivos em estacionamentos, o ideal é estacionares o veículo um pouco afastado de centro da cidade e deslocares-te a pé ou em transportes públicos.

Preparação da viagem

A viagem a Florença é bastante simples de organizar, embora existam alguns aspetos que deverás tratar com antecedência.
Como os museus e monumentos são bastante requisitados pelos turistas, convém que compres o bilhete online e com hora marcada. Assim, evitarás tempos de espera intermináveis e longas filas.
Recomendamos a compra online para a Galeria Uffizi, para a Galeria da Accademia e, igualmente, para os monumentos do Complexo do Duomo e subida à cúpula da Catedral (inclui cúpula da Catedral, Campanário de Giotto, Batistério de São João e Museo dell’Opera del Duomo).

O que visitar em Florença?

Neste artigo, reunimos os pontos turísticos de maior interesse em Florença. Certamente que alguns poderás explorar e visitar com pormenor, no entanto, outros serão apenas para conhecer de passagem.

Duomo de Florença: A catedral da cidade é dedicada a Santa Maria del Fiore. A sua cúpula é a construção mais alta da cidade e foi projetada pelo arquiteto Brunelleschi. É possível subir à cúpula e convém adquirir o bilhete online, como mencionamos anteriormente.
É das catedrais mais bonitas que já vimos e só ao vivo é que se percebe a grandiosidade desta obra. Além disso, recomendamos que a visites também de noite porque a sua beleza fica ainda mais notória!

Campanile: preparado para subires 414 degraus? O Campanile é a torre que se encontra à direita do Duomo. A vista é parecida com a da cúpula da Catedral, mas inclui o Duomo na paisagem. É uma obra-prima de Giotto, que faleceu sem ver a sua obra concluída.
O bilhete online que recomendamos para o Complexo do Duomo incluí a subida do Campanile e esta é mais fácil do que a da Catedral.

Battistero: é o monumento mais antigo da praça do Duomo e tem um formato octogonal. As suas famosas portas em bronze retratam algumas passagens bíblicas e são conhecidas como “Portas do Paraíso”.

Contempla monumentos históricos e impactantes

Basilica de Santa Croce: é uma das mais antigas e maiores basílicas franciscanas do mundo e aqui estão os restos mortais de grande parte dos grandes artistas do Renascimento e várias obras de arte como, por exemplo, Michalangelo e Galileu Galilei.

Basílica de San Lorenzo e igreja Santa Maria Novella: a única basílica em Florença sem a fachada em mármore é a Basílica San Lorenzo. Tanta a Basílica como a Igreja Santa Maria Novella merecem uma visita, pelo menos, ao seu exterior.

Ponte Vecchio: a ponte mais emblemática de Florença e, também, a mais antiga. Hoje em dia, a ponte Vecchio acolhe ourivesarias e joalharias de requinte. As fotografias mais bonitas e com melhor ângulo são tiradas da outra ponte e das margens do rio. Temos que confessar que é uma das nossas pontes preferidas.

Mercato Porcellino: Um dos símbolos da cidade de Florença é o “Porcellino” que está localizado na Loggia del Mercato Nuovo ou Mercato Porcellino. A lenda diz que se deve fazer uma festa no focinho do Porcellino e em seguida colocar uma moeda na boca do animal. Se a moeda cair dentro da grade que se encontra na parte de baixo, teremos boa sorte. Não custa tentar!
Quanto ao mercado, é interessante visitar e apreciar os diversos produtos confecionados em pele.

Explora um verdadeiro museu a céu aberto

Galleria dell’ Accademia: é neste museu que se encontra o famoso David de Michelangelo. É a obra mais visitada e fotografada do museu e tem 5,17 m de altura, sendo realmente uma escultura extremamente perfeita e impressionante. Tal como noutros locais bastante frequentados por turistas mencionados acima, vale a pena reservar online a entrada para evitar horas de espera.

-Galleria Degli Uffizi: é um dos mais antigos museus da Europa e é considerado o melhor museu de Florença. O edifício abriga milhares de obras de arte do todo o mundo, além de retratar toda a arte italiana até ao Renascentismo. Convém adquirires o teu bilhete online com antecedência para evitares longas filas e rentabilizares o teu tempo. Conta com, pelo menos, 2 horas para visitar a Galeria.

Palazzo Vecchio: é dos edifícios mais difíceis de fotografar, devido à sua altura, mas vale a pena tentares. A entrada é gratuita, no entanto, se quiseres subir a torre, terás que pagar. À entrada do edifício encontra-se uma réplica do David, a original está na Galleria dell’ Accademia.

Loggia della signoria: é um espaço ao ar livre onde existem várias esculturas, entre elas o Perseu com cabeça de Medusa, Hércules e o Centauro Nesso, Menelao e Patroclo, Rapto de Polissena e as Sabinas.

Fontana del Nettuno: representa o domínio marítimo da cidade. Infelizmente, no momento da nossa visita estava em obras.

Passeia pelas praças mais famosas

Piazza della Signoria: é uma das praças principais de Florença e é aqui que se encontra um grande número de monumentos históricos de Florença, tais como o Palazzo Vecchio, a Fontana del Nettuno e a Loggia della Signoria.

Piazza della Repubblica: A praça mais animada de Florença. Decorada com arcos e colunas, destaque-se tanto de dia como de noite. Aqui encontramos o famoso carrossel, artistas de rua, cantores e algumas lojas bem conhecidas, como o Hard Rock Café e a Apple Store.

Piazzale Michelangelo: recomendamos que termines a tua visita nesta praça, à hora do pôr do sol. Daqui conseguirás a melhor vista panorâmica de Florença. É preciso caminhar um pouco até la chegar, mas vale bem todo o esforço. Aproveita para beber uma bebida fresca nas escadas e desfruta das vistas. Irás encontrar muitos turistas lá sentados a descansar e a contemplar o pôr do sol.

O que também poderás visitar em Florença, se tiveres tempo:
Palacio Pitti – Museu de Arte
Jardim de Boboli – Jardim
Museu da Gucci – Museu de Moda

Onde dormir em Florença?

Foresteria Valdese di Firenze
Althea Rooms
The Market Urban Hotel

Se gostas de organizar a tua viagem e fazer as tuas reservas, poderás utilizar os links do Gato Vadio para planeares as tuas viagens. Não irás pagar mais nada por isso, e dessa forma, ajudarás o Gato Vadio a manter-se ativo.
  Reserva os melhores hotéis no Booking.com, tal como nós!
  Faz o teu seguro de viagem na IATI Seguros ( e ainda recebes 5% de desconto).É importante ires tranquilo e protegido.
  Evita taxas bancárias, utilizando o cartão Revolut. É o nosso melhor amigo das viagens

Junta-te à ninhada de mais de 30000 Gatos Vadios!

Subscreve para ficares a par das ultimas novidades e receberes um "miminho" nosso!

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

O teu email nunca será partilhado ou cedido a outros. Podes subscrever a qualquer momento.