O Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG) é um dos parques naturais mais bonitos da Europa.
Dada a sua proximidade com a nossa residência, já tivemos o privilégio de o visitar inúmeras vezes e vamos partilhar contigo todo o nosso conhecimento sobre o Gerês.
O território do Gerês abrange freguesias de vários concelhos, nomeadamente, Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Melgaço, Montalegre e Terras de Bouro. Portanto, precisarás de vários dias para explorar um território desta dimensão. 

Neste artigo, escolhemos os melhores locais para visitares em cada um dos concelhos, de forma a conseguires conhecer todos os pontos atrativos do parque durante 7 dias.
Caso não pretendas visitar todo o parque na mesma viagem podes, por exemplo, escolher os roteiros diários que organizamos e explorar esses pontos. Em alguns dos dias, estão incluídas caminhadas pela natureza.
Se viajares na altura do verão, tem sempre contigo o fato de banho e a toalha. Usa e abusa dos picnics e, acima de tudo, relaxa e aproveita o ar puro!

Onde ficar no Parque Nacional da Peneda-Gerês?

Se tiveres intenção de tirar uns dias para explorar esta região no norte de Portugal, terás que pernoitar num dos seus concelhos. No entanto, deves ter em conta que o território é muito extenso, por isso, o ideal é ficares alojado a meio do PNPG. Dessa forma, poderás dividir os teus dias em diferentes percursos e dormir sempre no mesmo local.

Sugestões de estadia:

Hotel São Bento da Porta Aberta
Águas do Gerês – Hotel, Termas e Spa
Hotel Lagoa Azul do Gerês
Casa Natura
Lima Escape – Glamping

Primeiro dia

Após uma boa noite de descanso, está na hora de explorar a região e contemplar a natureza. Para o primeiro dia sugerimos que inicies o teu passeio pelo Miradouro da Pedra Bela. É um bom ponto de partida para apreciares uma das melhores paisagens do Gerês.
Além disso, com este roteiro poderás também usufruir das águas límpidas e refrescantes da Cascata Fecha de Barjas mas, em primeiro lugar, irás fazer uma bela caminhada.
Contudo, tem cuidado com o piso escorregadio até às cascatas, utiliza o calçado adequado, além da prudência.

  • Miradouro da Pedra Bela
  • Miradouro das Rocas
  • Miradouro Cilhas
  • Miradouro Vela
  • Cascata Fecha de Barjas ( Tahiti)

Segundo dia

Preparado para um dia intenso? Neste segundo dia irás explorar a região que se extende desde do Campo do Gerês até Castro Laboreiro, em Melgaço.
Pelo percurso, irás conhecer as aldeias pitorescas da Ermida, Soajo e Lindoso. Se estiveres disposto a fazer caminhadas, aventura-te no trilho da Cascata da Peneda e no trilho do Castelo de Castro Laboreiro.
Será um dia preenchido, portanto, leva alguns mantimentos para a viagem.

  • Albufeira de Vilarinho das Furnas
  • Fojo do Lobo de Germil
  • Ermida
  • Soajo
  • Poço Negro
  • Lindoso
  • Santuário da Nossa Sra. da Peneda
  • Cascata da Peneda
  • Lamas de Mouro
  • Castro Laboreiro

Terceiro dia

Recupera as energias gastas no dia anterior e aproveita para usufruir das “praias” da Albufeira da Caniçada durante a manhã. Da parte da tarde, visita mais alguns miradouros como, por exemplo, o Miradouro da Boneca.
Posteriormente, atravessa a estrada da Portela do Homem e dá um mergulho na Lagoa de São Miguel e, para concluir o dia, relaxa nas águas termais de Lóbios em Espanha.

  • Albufeira da Caniçada
  • Vila do Gerês
  • Miradouro da Boneca
  • Miradouro da Preguiça
  • Portela do Homem
  • Lagoa de São Miguel
  • Lóbios – Espanha

Quarto dia no Parque Nacional da Peneda-Gerês

Espera-te uma caminhada de cerca de 4 km entre a Cascata do Arado e o Poço Azul. Prepara as sapatilhas, o fato de banho e a marmita, e parte à descoberta deste trilho do Parque Nacional da Peneda do Gerês. No entanto, o ideal é estacionares o teu carro na zona da Cascata do Arado e começares o teu percurso aí.

  • Cascata do Arado
  • Poço Azul

Quinto dia

Dia de seguir em direção ao Município de Montalegre, mais concretamente, para Pitões das Júnias. Além disso, recomendamos que primeiro conheças a Cascata de Cela Cavalo durante a manhã.
Em Pitões, além da aldeia muito pitoresca, existe também um mosteiro e uma cascata que valerá a pena visitares. Poderás ler as nossas dicas sobre Pitões no artigo que escrevemos anteriormente.

  • Cascata de Cela Cavalo
  • Barragem da Paradela
  • Aldeia de Pitões das Júnias
  • Cascata e Mosteiro de Santa Maria das Júnias

Sexto dia

Deixamos o trilho mais caricato do PNPG para o último dia desta tua viagem. Se gostares de aventura, fores destemido e não sofreres de claustrofobia, então irás ficar encantado com o trilho da Fenda da Calcedónia. Contudo, antes de passares à ação, dá um salto ao Mosteiro de São Bento da Porta Aberta e aprecia a paisagem envolvente.

Último dia no Parque Natural da Peneda-Gerês

Um dia intenso a nível físico e grandioso em beleza natural,, espera por ti. As Sete Lagoas ficam escondidas no coração do PNPG, por esse motivo, necessitará de algumas horas para lá chegares a pé. Este trilho implica cerca de 5 km para cada lado, no entanto, o final valerá o sacrifício.
Posteriormente, a Cascata de Pincães também te proporcionará uma bela caminhada. Já sabes, leva o fato de banho!

Caso queiras ler a nossa experiência de jeep no Parque Natural da Peneda do Gerês com a Gerês by Tours, lê o nosso artigo sobre essa aventura.

Se gostas de organizar a tua viagem e fazer as tuas reservas, poderás utilizar os links do Gato Vadio para planeares as tuas viagens. Não irás pagar mais nada por isso, e dessa forma, ajudarás o Gato Vadio a manter-se ativo.
  Reserva os melhores hotéis no Booking.com, tal como nós!
  Faz o teu seguro de viagem na IATI Seguros ( e ainda recebes 5% de desconto).É importante ires tranquilo e protegido.
  Evita taxas bancárias, utilizando o cartão Revolut. É o nosso melhor amigo das viagens

Junta-te à ninhada de mais de 30000 Gatos Vadios!

Subscreve para ficares a par das ultimas novidades e receberes um "miminho" nosso!

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

O teu email nunca será partilhado ou cedido a outros. Podes subscrever a qualquer momento.